COMO
RESSIGNIFICAMOS

Toda a produção é baseada na logística reversa de pós-consumo de ciclo aberto. Em outras palavras: bijuterias que não são mais utilizadas são recicladas e se transformam em novas peças, ressignificando a matéria-prima.

Nosso DNA está associado diretamente ao slow fashion, o inverso do fast fashion (moda de consumo rápido, descartável) – conceito ultrapassado, que gera grandes volumes de resíduos.

Quando as peças coletadas chegam ao Ateliê da Remimo, passam pelo método de desmontagem e triagem por tipos de material. Após a triagem, passam por um processo eletrolítico de limpeza com desengraxante à base de carbonato de sódio.

Quando higienizadas estas peças representam até 70% da composição de uma nova bijoux, o que a torna uma peça única e exclusiva. Clique aqui para assistir o processo de limpeza.

Na foto ao lado temos um par de brincos, com peças higienizadas e acrescidas de papéis cortados de um rolo de papel higiênico.

Na peça ao lado temos um par de brincos, que as peças foram higienizadas nesse processo que mencionamos e adicionamos papéis cortados de um rolo de papel higiênico.

O que nos motivou a aplicar a logística reversa

Nossa decisão foi resultado de um estudo elaborado pela fundadora, que mostrou como as bijuterias, ao final de sua vida útil, são descartadas de maneira errada, normalmente em lixo comum, sem passar por coleta seletiva. A triste parte desta história é que ainda não existem estudos que mensurem o tamanho do impacto ambiental de acessórios e o tempo que esses materiais demoram para se decomporem, mas já sabemos que alguns podem causar poluição e danos ambientais, pois a maioria tem composição mista de produtos tóxicos ou sintéticos.

O objetivo da Remimo é conscientizar a população e desenvolver atitudes responsáveis. Para isso, além das ações pontuais, disponibilizamos um ponto de coleta fixo em São Paulo. Veja aqui como enviar suas peças.

Quer conhecer onde todo este processo é feito? Clique aqui e conheça nosso ateliê, onde reaproveitamos caixotes, pallets, garrafas e outros tipos de vidros que, assim como nossos produtos, também são ressignificados e se tornam artigos utilitários.

Quer conhecer onde todo esse processo é feito?

Conheça nosso ateliê que é feito todo com caixotes, pallets, garrafas e outros tipos de vidros que reciclamos.

Reciclagem de papel

Pensando sempre em buscar matérias-primas ecológicas e de menor impacto socioambiental, recentemente adicionamos a reciclagem de papéis como a embalagem de ovo e rolo de papel higiênico à nossa produção. 

O papel, que é feito de celulose, extraído de árvores (um recurso importantíssimo e valioso para nosso meio ambiente) levaria em torno de 6 meses para se decompor. O Brasil está entre os maiores produtores de papel do mundo, portanto, nos conscientizarmos sobre o descarte e a reutilização dessa matéria-prima é uma missão muito relevante. Com a nova função, os papéis são adicionados a outras matérias-primas comuns na produção de bijuterias, tornando-se uma peça, além de exclusiva, com ecodesign.

É importante prolongar a vida de todo e qualquer material, lembrando que sua extração sempre vai trazer impactos. Após o processo, nem sempre a área é regenerada e há emissão de gases no processo de transporte. No caso do papel,  por exemplo, há ainda intensivo uso de água e de produtos químicos que podem degradar o ambiente.

Confira abaixo alguns exemplos de peças que foram feitas com caixa de ovos recicladas: